Desde Janeiro de 2006 que se tornou obrigatório o cumprimento do Regulamento 852/2004, pelo que a IlhaPeixe, para garantir a qualidade dos seus produtos e confiança do consumidor, criou o seu departamento de controlo de qualidade e segurança alimentar.

Desde Fevereiro de 2010 que a IlhaPeixe tem o HACCP (Análise de perigos e pontos críticos de controlo) implementado, garantindo assim a segurança alimentar dos seus produtos, desde o mar até ao prato do consumidor.

Antes de se implementar um sistema HACCP, é necessário criar as condições adequadas para acolher o sistema, ao que designamos Pré-requisitos (PPR), e de seguida é feita a análise de perigos e pontos críticos de controlo.

 

Pré-requisitos (PPR): 1) Instalações (Lay-out); 2) Plano de análises microbiológicas e físico-químicas; 3) Fornecimentos de água, ar, frio e outros serviços; 4) Resíduos; 5) Equipamentos / utensílios e manutenção; 6) Gestão de produtos: Recepção / Armazenamento; 7) Limpeza e desinfecção das instalações e equipamentos; 8) Controlo de pragas; 9) Aptidão e formação dos colaboradores; 10) Sistema de alerta: Rastreabilidade.

 

Análise de Perigos e pontos críticos de controlo (HACCP): são analisadas todas as situações fabris que possam constituir um perigo para a segurança dos alimentos e é definida a melhor forma de controlá-las. Um lay-out com sistema de marcha em frente, evita a contaminação cruzada e facilita a segurança alimentar, por exemplo, no sentido de um produto não embalado, não se cruzar com um embalado. A constante preocupação na monitorização, controlo e registo dos pontos críticos permite que estes não alcancem os níveis críticos e a segurança alimentar é garantida.