Tendo em conta que começa a haver uma redução dos stocks naturais de peixe, em 2004 esta empresa iniciou-se na produção de pescado, adquirindo o direito de exploração da aquicultura da Baía d’Abra, com produção de dourada (Sparus aurata).

 

A IlhaPeixe empenhada em satisfazer cada vez mais os consumidores, tem agora uma nova aposta: o peixe fresco – dourada. É nosso objectivo criar uma alternativa à importação de pescado, de forma a assegurar o consumo na Madeira de produtos de origem regional. Deste modo iniciamos na piscicultura na Baia d`Abra o primeiro ciclo de produção de douradas em jaulas em mar aberto – aquacultura offshore. Esta piscicultura tem, actualmente, capacidade para suportar 500 toneladas de peixe, divididas por 8 jaulas médias, cada uma com 2.800m3.

Assim estão reunidas as condições para produzir uma espécie naturalmente fresca, nutritiva, de bom paladar e disponível ao longo de todo o ano de acordo com as exigências dos consumidores.

Estão neste momento a decorrer testes para a produção de uma nova espécie, o Charuteiro (Seriola SPP).

Esta unidade de aquicultura preocupa-se com o ambiente, no sentido de fazer estudos de impacto ambiental e cujos resultados têm sido benéficos.